Terça, 22 de Setembro de 2020
86 99979-7842
Política OEIRAS

Wellington Dias quis jogar deputado contra o próprio pai na Primeira Capital

Já houve exonerações e também denúncias sobre o caso singular ocorrido em Oeiras com o chamado grupo dos

12/09/2020 06h14 Atualizada há 1 semana
149
Por: Redação
Bessah Filho no plenário da Alepi: nada de acordo, pelo menos por enquanto
Bessah Filho no plenário da Alepi: nada de acordo, pelo menos por enquanto

Não foi apenas o apoio do grupo político de B. Sá, conhecido como "boca preta" em Oeiras, para a campanha de 2022, que afastou o governador Wellington Dias. Ele fez mais. Muito mais. Em Oeiras, 309 km de Teresina, o chefe do Executivo, tentou fazer um acordo político que daria sobrevida ao esquema petista no município, bastante afetado após determinados acontecimentos.

Na investigação, nossa reportagem chegou ao conhecimento de que o governador chamou o deputado Bessah Filho (Progressistas) para um diálogo. Por incrível que pareça o governador tentou colocar o parlamentar contra o próprio pai, o ex-deputado federal e ex-prefeito B. Sá. Wellington Dias queria que Bessah Filho votasse contra o candidato apoiado por B. Sá em Oeiras e em favor do seu candidato (dele, Wellington).

O governador queria que Bessah Filho ficasse contra o prefeito Zé Raimundo, do Progressistas, apoiado pelo seu grupo político. No contraponto, o governador apoia a candidatura de Abimael Rocha, que já foi candidato em 2016 e fora derrotado pelo grupo "boca preta". Rocha era o candidato da preferência do falecido Assis Carvalho, amigo e irmão camarada de Wellington Dias.

Num vídeo de 2016, Assis Carvalho aparece pedindo votos para Abimael Rocha de maneira tranquila, pacificadora, totalmente o contrário do seu conhecido estilo. Pois bem, Wellington chamou Bessah Filho para conversar e disse a ele que as coisas continuariam da mesma forma, em nível de estado, se ele continuasse apoiando o movimento petista e, principalmente, a candidatura do amigo Abimael. 

Bessar Filho disse que não estava entendendo muito bem. Então Wellington explicou. Era preciso que ele formalizasse o seu apoio a Abimael e contra Zé Raimundo, que é o candidato apontado e apoiado por B. Sá. Essa a história de como tudo se passou. Todos sabemos que Bessah Filho não leva desaforo para casa.

Em 2019, ele já havia feito denúncias contra Wellington Dias. De que os deputados e suplentes cooptados podiam indicar os cargos inferiores nas secretarias e órgãos que estavam recebendo. Mas que os "cabeças" seriam apontados pelo PT e pelo governador. Agora, Wellington quer colocar Bessah contra o próprio pai, como já fez em Picos, com ex-vereador que recebe cargo no Detran/PI para votar contra o tio, candidato a prefeito Gil Paraibano, e ex-deputado Antonio Félix, em Campo Maior, que recebeu cargo para votar contra o irmão, Joãozinho Félix.

Parece que o tiro, desta feita, saiu pela culatra. Bessah Filho não quer votar contra o pai. A artimanha do governador, tramada no escreitório de sua residência de luxo, no Mirante do Lago, que consome R$ 1,8 mil por dia em alimentação, não surtiu, até o momento, o efeito esperado. Houve exonerações. Dezenas de empregos foram para as cucuias. Pode ser que haja mudança, claro, Oeiras é bastante conhecida por um certo acordo nada libertário. Enfim, coisas da política. Esperemos. (Toni Rodrigues)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 10h44 - Fonte: Climatempo
31°
Alguma nebulosidade

Mín. 23° Máx. 38°

33° Sensação
13 km/h Vento
52% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Quinta (24/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias