Domingo, 27 de Setembro de 2020
86 99979-7842
Política CORRUPÇÃO

Monção confessa ter roubado dinheiro da prefeitura de Cocal

Mas salientou que atual prefeito Rubens Vieira está roubando mais do que ele

07/09/2020 16h02 Atualizada há 3 semanas
99
Por: Redação
Monção durante comício em que admite corrupção ativa (Reprodução/Facebook)
Monção durante comício em que admite corrupção ativa (Reprodução/Facebook)

Em desabafo durante convenção do MDB neste domingo (06) no município de Cocal, o ex-prefeito José Maria Monção admitiu que desviou recursos públicos durante as vezes em que foi prefeito daquele município, situado no extremo norte do Piauí.

Ele disse que o atual prefeito está roubando demais e, nesse momento do discurso, afirmou que também roubou, porque caso contrário não teria sido preso. No entanto, o atual prefeito, Rubens de Sousa Vieira, está roubando demais.

"O povo é quem decide, pedir voto, ter humildade. Eu acho que temos de mudar o Cocal. Não é que Cocal seja o fim do mundo. Eu fui prefeito três vezes, sei o sofrimento que é ser prefeito, mas também não roubei o tanto que esse daí tá roubando", disse Monção.

Monção tentou emendar. O ex-prefeito disse ainda que usou o dinheiro roubado para ajudar os pobres. "Na verdade, a gente não pode ser tão sincero, porque se eu não tivesse roubado não tinha sido preso. Mas a verdade é que a gente tira uma parte do dinheiro e dá para os pobres. Político que rouba, rouba pra dar pro povo. É difícil o cara roubar pra si, né. Agora esse daí não, roubo pra ele, a maior mansão da cidade de Cocal é dele, todo mundo conhece, sabe a família, quando ele começou a política ele não tinha nem sequer uma caminhonete velha pra usar", disse Monção, referindo-se ao prefeito Rubens de Sousa Vieira.

O caso ganhou repercussão nacional porque José Maria Monção foi prefeito de Cocal em três oportunidades e ainda mantém considerável força política naquele município. Hoje, ele apoia a candidatura do médico Cristiano Brito. A fala do ex-prefeito foi transmitida em live pelo Facebook, gravada por adversários e distribuída nas redes sociais.

A parte editada compreende exatamente o momento em que ele admite ter roubado dinheiro público do município. O evento contou com a participação de inúmeras lideranças e causou constrangimento entre os participantes. Monção tentou emendar por diversas vezes após ter confessado o crime.

A confissão de José Maria Monção ocorre em meio a uma grande manobra em nível nacional para acabar com a operação Lava Jato, a maior operação de combate a corrupção do mundo. Durante seis anos mais de 200 políticos e empresários foram condenados e presos por envolvimento direto com desvios de dinheiro público. 

De acordo com movimentos populares a ação contra a Lava Jato está sendo orquestrada pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, com a participação de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), e a conivência do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). (Toni Rodrigues)

Veja vídeo abaixo

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 07h00 - Fonte: Climatempo
25°
Alguma nebulosidade

Mín. 23° Máx. 38°

25° Sensação
7 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Terça (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias