Domingo, 27 de Setembro de 2020
86 99979-7842
Política RODOVIA

Estado supervisiona obra da BR 235 através da Setrans; realização e investimento são do governo federal

Governador através da CCOM insiste em dizer que obra de asfaltamento está sendo executada pela administração estadual

03/09/2020 17h57 Atualizada há 3 semanas
97
Por: Redação
Comunicação do governo insiste: obra é do estado (Foto/CCOM)
Comunicação do governo insiste: obra é do estado (Foto/CCOM)

O superintendente do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) no Piauí, José Ribamar Bastos, informou que a obra de pavimentação asfáltica da rodovia BR 235 com 150,70 quilômetros tem custo estimado em R$ 219,930 milhões.

Segundo ele, trata-se de convênio do DNIT com o governo do estado do Piauí para realização da mencionada obra que vai do entroncamento com a BR 135 até a cidade de Bom Jesus (644 km de Teresina).

“A contrapartida do Estado é a contratação da empresa supervisora das obras ao custo de 140 mil reais/mês”, explicou Bastos. O convênio se faz necessário em função da territorialidade da obra. Em todos os estados os governos locais são responsáveis pela supervisão.

A empresa contratada é a Future ATP serviços de Engenharia Consultiva Ltda (Contrato n° 24/2013, Secretaria de Estado dos Transportes). O contrato especifica: “Serviços de Engenharia Consultiva Ltda para execução dos serviços de supervisão de obras rodoviárias de implantação e pavimentação na rodovia BR-235, trecho: div BA/PI-div PI/MA (Alto Parnaíba- sub trecho: entr. rodovia BR 135/ PI (a) 330 Bom Jesus.” Extrato publicado no Diário Oficial do Estado em data de 19 de agosto de 2019.

>>> Obra está orçada em mais de R$ 200 milhões; estado participa com supervisão

ADITAMENTO PARA MUDAR RAZÃO SOCIAL

O mais novo aditamento teve por meta formalizar a alteração da razão social da contratada de “ATP Engenharia Ltda” para “Future ATP Serviços de Engenharia Consultiva Ltda”. Data da assinatura: 13 de agosto de 2019. O documento é assinado por Manoel Gustavo Costa de Aquino, representando a Setrans/PI, e José  Theodozio Neto, pela Future ATP serviços de Engenharia Consultiva Ltda.

Ao longo da semana, o governador Wellington Dias esteve no trecho da obra entre Caracol e Guaribas e divulgou uma série de vídeos e postagens em redes sociais como se a responsabilidade do asfaltamento fosse do governo piauiense quando todos sabem que se trata de obra federal.

A participação do estado é mínima para justificar tamanha movimentação. Wellington compareceu ao local, abraçou operários, fez gravações em vídeos explicando sobre dados técnicos da realização, posou para fotos juntamente com deputado Hélio Isaías, deputada federal Margareth Coelho (PP) e prefeita de São Raimundo Nonato, 525 km de Teresina, Carmelita Castro e mandou publicar matérias no site oficial e na chamada imprensa camarada.

POLÊMICA NAS REDES SOCIAIS

A divulgação do governador gerou polêmica. Houve muitos comentários negativos advindos da população em geral. Fizemos matéria mostrando sua tentativa de se apropriar de uma obra federal. O governador é acusado de tentar confundir a opinião pública.

O autônomo Antonio do Vale Viana reagiu na rede social dizendo que Wellington Dias “está igual o Camilo Santana, do Ceará, querendo inaugurar obra do (Jair) Bolsorano. É muito palhaço mesmo.” Também na rede social Cleanto Silva comentou: “Quem não tem obra pra inaugurar, se apropria das obras alheias.”

Sílvia Rodrigues disse: “Oportunista, esse governador.” Já Marlene Tenório Oliveira falou o seguinte: “Oportunista de plantão. Ignominioso.” O internauta Orlando Bonfim assinalou: “É próprio da esquerda mentir.”

A Coordenadoria de Comunicação terminou entrando na história e aumentando ainda mais a polêmica e a dúvida. O coordenador de comunicação jornalista Allisson Bacelar comentou que a “obra na rodovia BR-235, entre Caracol e Guaribas no Sul do Piauí, é executada em convênio entre o governo federal e estadual, com verbas federais e estaduais , mas que a execução é, sim,  do governo do Piauí, através da Secretaria de Estado dos Transportes.”

CCOM INSISTE QUE É OBRA DO ESTADO

O site Parlamentopiauí divulgou matéria sobre o assunto dando destaque para a fala do coordenador: “Site do DNIT confirma que obra na BR-235 é executada pelo Governo do Estado. Matéria de 18 de agosto confirma que Secretaria de Estado dos Transportes é o executor da obra na rodovia.”

É um recorte que fala muito sucincamente sobre o tema. Diante de toda essa celeuma provocada pelo governador com a finalidade de renegar a presença do governo federal mantivemos contato com a Superintendência do DNIT e apresentamos questionamento. De quem é a responsabilidade pela obra?

“O convênio do DNIT com o governo do estado para implantação em pavimentação asfáltica da Rodovia BR-235/PI (Divisa BA/PI - Entr. BR-135/PI - Bom Jesus), com 150,70km é da ordem de 200 milhões. A contrapartida do Estado é a contratação da empresa supervisora das obras ao custo de 140 mil reais/mês”, informou José Ribamar Bastos à página #tonirodrigues. (Toni Rodrigues)

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 06h19 - Fonte: Climatempo
25°
Alguma nebulosidade

Mín. 23° Máx. 38°

25° Sensação
6 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Terça (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias