Terça, 22 de Setembro de 2020
86 99979-7842
Política BANCO DE BRASÍLIA

Novo empréstimo é capricho de Rafael Fonteles para tentar contradizer Ciro Nogueira

Rafael Fonteles veio a público falar sobre empréstimo e jornais governistas repercutem: ele desmente Ciro. Será?!!

30/08/2020 09h17 Atualizada há 3 semanas
339
Por: Redação
Rafael e o novo empréstimo para contradizer Ciro
Rafael e o novo empréstimo para contradizer Ciro

Um novo empréstimo, da ordem de R$ 83 milhões. Esta, a grande notícia do governo do estado do Piauí ao longo da última semana. Mas o empréstimo não foi contratado para resolver problemas do estado nem da população. Foi contratado por um capricho do governador Wellington Dias e do seu secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, ambos do PT, para tentar contradizer o senador Ciro Nogueira, do Progressistas, que na mesma semana havia feito críticas ao governo piauiense por conta de um relatório da Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Economia (RELATÓRIO COMPLETO AQUI).

O relatório diz que o Piauí não tem capacidade de pagamento. Com isso, está prejudicada qualquer intenção atual de contratar novos empréstimos com instituições de crédito do governo federal, bancos como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Pode ser feito, de outro lado, em instituições particulares ou de projeção estadual. Diante dos juros acertados, haverá quem aceite, sem dúvida.

JORNAIS GOVERNISTAS REPERCUTEM

Os jornais do governo logo tratam do assunto. Dizem o que é determinado: o secretário de Fazenda desmentiu o senador Ciro Nogueira. Empréstimos deveriam ser feitos para resolver problemas e diante de uma situação de emergência. Não para dar respostas a adversários políticos. Isso é capricho e não tem nada a ver com administração pública. Muito menos com a situação de insolvência em que se encontram as finanças do Piauí.

Tudo em nome da política, inclusive o capricho de tentar desmentir aquilo que fora dito pelo atual adversário (e que foi aliado de longos anos). Trata-se de uma atitude menor, que diz respeito apenas a pessoas sem conteúdo e sem projeto. Na acepção literal, significa “vontade repentina, sem justificativa; capricheira.” Por extensão, compreende-se como “mudança súbita de comportamento.”

Pode haver mudança de comportamento que essa manifestada no momento pelo governo? Numa semana, muito dinheiro, fanfarronices a mais da conta. Na outra, solicitação de empréstimo a um banco de pequena projeção, pode-se dizer até obscuro, por conta de uma dificuldade que já tinha sido sanada em empréstimos anteriores. Obscuridade é o termo que melhor designa o atual governo, infelizmente (MATÉRIA AQUI).

PIAUÍ NA IMINÊNCIA DE UM COLAPSO

O relatório diz que o estado não tem capacidade de pagamento e por isso estaria impedido de contratar empréstimos. Já contratou demais, está devendo demais e existe risco iminente de colapso das finanças públicas. Claro que o documento é verdadeiro. Tivemos acesso a ele, mostramos aqui na página e produzimos matéria tratando do assunto (VEJA AQUI). Tanto é verdadeiro que os bancos do governo federal foram procurados e negaram por diversas vezes o pleito do governo piauiense por mais um empréstimo.

E CADÊ OS EMPRÉSTIMOS ANTERIORES?!

Então, o secretário foi até o Banco Regional de Brasília, o BRB, pertencente ao governo do Distrito Federal, e sacou da cartola de mágico sua cartada de mestre. Segundo ele, o novo empréstimo vai servir para bancar a recuperação de estradas estaduais. Mas, espera um pouco! Essa recuperação não deveria estar sendo financiada pelo Finisa I e II?! Afinal, foram quase R$ 1 bilhão liberados em poucos meses. Faz menos de 2 anos.

Para onde foi tanto dinheiro?! De fato as estradas permanecem nas mesmíssimas condições. Precárias, cheias de buraco, acidentes a todo momento, internações e mortes, tudo para que o governo do bancário Wellington Dias possa ficar dizendo na televisão e na internet que é melhor em tudo. Lamentável situação essa vivenciada — e admitida — pelo piauiense.

OBRIGAÇÃO EM QUALQUER TEMPO

O senador Ciro Nogueira fez uma declaração com base na realidade. De fato o governo não pode tomar dinheiro emprestado junto ao setor público federal, que é onde os juros são mais em conta. Recorre a um banco pequeno, da capital federal, pagando certamente juros mais altos e atribuindo em garantia ativos da dívida pública estadual, consignação dos créditos constitucionais obrigatórios - Fundo de Participação e outros — e até a folha de pagamento.

O BRB é um banco de folha de pagamento do DF e seus acionistas não querem saber se o estado tem ou não capacidade de pagamento. Querem saber das garantias e do montante a maior de juros a serem pagos. Bem, mas aí fica o questionamento. O senador deveria ter feito isso antes? Sim, ele deveria. Mas, antes tarde do que nunca. Denunciar irregularidades é uma obrigação em qualquer tempo.

NADANDO EM DINHEIRO

Há duas semanas o governo anunciou que estava nadando em dinheiro. A coisa estava andando tão bem que fez-se antecipação da antecipação do 13° salário. Seriam, segundo fontes oficiais, R$ 200 milhões injetados na economia piauiense num único dia. Em seguida, é divulgada estatística do Ministério do Trabalho. Piauí teria obtido saldo positivo na geração de emprego.

Picadeiro para o governador afirmar: fomos nós, com nossos R$ 200 milhões (LEIA AQUI). Como se vê, sem picadeiro de televisão e portais de internet o governo se resume ao que sempre foi. Nada. Porém, o espetáculo tem que continuar. E aqui estamos nós, assistindo ao secretário e seu governador jogarem dinheiro para o alto, brincarem com a capacidade de endividamento do estado — o Piauí já deve astronômicos R$ 5,5 bilhões, conforme demonstrado em matéria aqui da página (VEJA AQUI). (Toni Rodrigues)

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 10h03 - Fonte: Climatempo
30°
Alguma nebulosidade

Mín. 23° Máx. 38°

33° Sensação
13 km/h Vento
59% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Quinta (24/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias