Domingo, 27 de Setembro de 2020
86 99979-7842
Política CONEXÃO PIAUÍ

Ex-juiz do TRE/PI é alvo de busca e apreensão da Polícia Federal

Mas persiste uma dúvida intensa: por que tantas operações em outros estados, governadores afastados e presos, enquanto que no Piauí nada acontece...

28/08/2020 18h38 Atualizada há 4 semanas
135
Por: Redação
Valter Alencar e Wilson Witzel: grandes amigos (Foto/Reprodução)
Valter Alencar e Wilson Witzel: grandes amigos (Foto/Reprodução)

É difícil de entender como um lugar com as belezas e encantos do Rio de Janeiro pode ter se transformado num verdadeiro celeiro de políticos e governantes corruptos. Quatro governantes fluminenses foram acusados de corrupção na última décadas, três deles foram presos, um está condenado a mais de 200 anos de prisão e o atual, Wilson Witzel, foi afastado hoje por determinação do STJ, Superior Tribunal de Justiça.

Motivo: suposto desvio de verba dos recursos da Secretaria de Estado da Saúde e possível pagamento de funcionários fantasmas. Alguns deles, lotados no Rio, estavam vivendo tranquilamente em outros estados. Aqui começa a conexão com o Piauí. O caso dos fantasmas envolveria, de acordo com a operação da Polícia Federal, o advogado e pré-candidato a prefeito de Teresina, Valter Alencar Neto, herdeiro do maior sistema de comunicação do estado e ex-juiz e ouvidor geral do TRE/PI (Tribunal Regional Eleitoral).

BUSCAS E APREENSÕES

Ao longo do dia de hoje foram feitas buscas e apreensões nos endereços ligados ao advogado, empresa Club Sat e diretório do PSC (Partido Social Cristão), agremiação a qual está vinculado. A imprensa tratou longamente do assunto. O que nós questionamos, em toda a história, e acreditamos que com justa razão, é como se faz possível operações que colocam governadores de estados poderosos na cadeia, afastados, sob processo de impeachment, e no Piauí, com tantas acusações e indícios de desvios de recursos públicos, não acontece absolutamente nada.

EX-JUIZ DO TRE/PI

Valter Alencar foi juiz do TRE/PI. Indicado na época pela presidente Dilma Roussef (PT). Foi bastante questionada sua indicação. O irmão, Henrique Rebelo, era deputado estadual. Filiado ao PT. Base governista. Ele próprio, Valter, havia servido ao governo petista no estado. Tudo era governo, tudo controlado pelo PT. Tempos sombrios no Brasil e no Piauí. O Brasil começa a se libertar. O Piauí permanece sob as amarras do atraso. Não podia haver atraso maior. Um magistrado do tribunal eleitoral que tinha irmão deputado. Como julgaria o próprio irmão. Se julgaria impedido, seria considerado suspeitos pelos seus pares? Nada aconteceu naquele momento que colocasse em cheque a sua idoneidade nesse particular. Após o serviço no TRE/PI, decidiu ingressar na política.

USO INDEVIDO DO DINHEIRO DA SAÚDE

O governador vem sendo acusado de utilizar indevidamente o dinheiro da população desde o começo do seu primeiro mandato, ainda em 2003. Provocou o maior endividamento da história do Piauí, hoje estimado em R$ 5,5 bilhões. Foi alvo de três operações da PF em apenas três anos — a Operação Topique. E fica tudo por isso mesmo. Na verdade, gera muita matéria de jornal. Alguns a favor, outros igualmente. A versão predominante é sempre a do governador, de que está sendo vítima de uma perseguição. Melhor dizendo, de uma conspiração.

CONSPIRAÇÃO CONTRA GOVERNO DO PIAUÍ?!

Somente isso justificaria a participação de autoridades do Ministério Público Federal, Controladoria Geral da União, Polícia Federal, atendendo determinações da própria Justiça Federal, neste procedimento por ele alegado. Nada disso faz o menor sentido. É puro delírio do governador. A verdade é que muita coisa precisa ser esclarecida no território piauiense, principalmente a razão pela qual tantos governantes e políticos de outros estados são atingidos duramente por operações federais, enquanto que no Piauí, estado mais pobre e que empobrece ainda mais, não se tem nenhum movimento que indique, que algum dia, elementos responsáveis por tantos e tamanhos escândalos possam ser penalizados.

VALTER ALENCAR LIGADO A WITZEL

O advogado Valter Alencar Rebelo é muito ligado ao governador afastado do Rio de Janeiro. Inclusive ele aparece em várias fotos com Wilson Witzel. As suspeitas de negócios escusos vêm sendo ventiladas desde algum tempo. Rebelo foi candidato a governador em 2018. Pretende ser candidato a prefeito de Teresina neste ano. Nega todas as acusações de participação em esquema de servidores fantasmas. Sobre ele pesam acusações de indicar pessoal para o governo do Rio. Estas pessoas não precisam trabalhar, apenas receber. E nem precisam ir ao Rio. Ficam mesmo no Piauí. O dinheiro cai direto na conta. 

GOVERNADOR WITZEL SE DEFENDE E ACUSA

O governador também se defende. Claro que ele fala em conspiração contra sua gestão. Partiria do governo federal, mais especificamente do Palácio do Planalto. Isso é o que ele diz. Bolsonaro não se manifestou ainda sobre o assunto. Disse apenas que a PF cumpre seu papel de combater a corrupção. Por enquanto a coisa está muito confusa. Outros elementos foram acusados. Um deles foi preso, o poderoso Pastor Everaldo, fundador do PSC. Acusado ainda o presidente da Assembleia do Rio, André Ceciliano, do PT. O que tem a ver Ceciliano com Witzel? O que os liga ao Pastor Everardo? (Toni Rodrigues)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 06h40 - Fonte: Climatempo
25°
Alguma nebulosidade

Mín. 23° Máx. 38°

25° Sensação
7 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Terça (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 39°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias