Domingo, 20 de Setembro de 2020
86 99979-7842
Política CESTAS DE ALIMENTOS

Ministério Público Eleitoral investiga uso político da ADH no Residencial Jacinta Andrade

Agência de habitação do governo estaria sendo usada para distribuir cestas de alimentos com finalidade político-eleitoral e usando pandemia como pano de fundo

03/08/2020 12h16 Atualizada há 2 meses
220
Por: Redação
No conjunto existem duas associações e até agora 30 beneficiados
No conjunto existem duas associações e até agora 30 beneficiados

O Ministério Público Eleitoral, através do promotor Regis Marinho, instaurou procedimento para investigar possível distribuição ilegal de cestas de alimentos a moradores da periferia através de associações de moradores, bem como uso político da estrutura e recursos da ADH (Agência Estadual de Desenvolvimento da Habitação).

A denúncia partiu do presidente da Associação dos Mutuários do conjunto Jacinta Andrade, Osvaldo de Jesus. O promotor Regis Marinho informou que está sendo feito Procedimento Prepatório Eleitoral n° 000009-351/2020 para investigar a denúncia formulada através da Representação Eleitoral n° 00012247/2020 apresentada pelo líder comunitário. 

O promotor encaminhou a Osvaldo de Jesus requisitando as seguintes informações: se foram distribuídas cestas básicas no Residencial Jacinta Andrade pela ADH; quais foram as entidades beneficiárias ou se a entrega foi feita diretamente aos mutuários; e, em qualquer dos casos, se estavam presentes à entrega a deputada estadual Flora Izabel (PT), irmã da presidente Gilvana Gayoso, e o vereador do município de Teresina, venâncio Cardoso. 

O promotor quer saber ainda se, caso eles não estivessem  presentes, houve referência aos nomes dos mesmos. Osvaldo de Jesus disse que a ADH invadiu a competência da SASC (Secretaria de Assistência Social e Cidadania).

Segundo ele, existem duas entidades representativas no Jacinta Andrade. São elas: Associação de Mutuários e Associação de Moradores. Houve entrega de apenas 30 cestas para representantes da Associação de Moradores. Foram asseguradas 12 mil cestas para os diversos mutuários de conjuntos habitacionais da capital, conforme o edital com dispensa de licitação para aquisição das cestas, no qual teriam sido aplicados R$ 1 milhão.

“Muitas lideranças são aliciadas todo ano eleitoral, são lideranças de aluguel, atuam em conformidade com os interesses dos políticos que são seus financiadores”, disse Osvaldo de Jesus, que está encaminhando informações detalhadas da situação ao MPE. Ele disse ainda que muitas lideranças ouvidas pelas autoridades apresentam depoimentos viciados para proteger os seus “benfeitores”. No seu entender, o Ministério Público deveria sair a campo para constituir prova. 

A ADH prestou informações ao Ministério Público Eleitoral negando as acusações. (TR)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 15h18 - Fonte: Climatempo
37°
Nuvens esparsas

Mín. 24° Máx. 39°

39° Sensação
9 km/h Vento
35% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 38°

Sol
Terça (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 38°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias