Terça, 20 de Outubro de 2020
86 99979-7842
Saúde DENÚNCIA

Hospital de Bom Jesus: pacientes mortos, falta de médicos, infraestrutura precária

Hospital Regional Manoel de Sousa Santos ainda sem estrutura para combate ao Covid 19; médico faz desabafo e diz que denúncias de que pacientes estão morrendo precisa ser investigada

22/07/2020 16h05
2.662
Por: Redação
O médico Edinaldo Miranda pede melhores condições para hospital
O médico Edinaldo Miranda pede melhores condições para hospital

Alguns relatos que recebemos ao longo desta quarta-feira (22) revelam que a saúde pública piauiense vive uma verdadeira situação de caos, o que se torna especialmente grave no período da pandemia do Coronavírus.

O médico Edinaldo Miranda, de Bom Jesus (644 km de Teresina), contou em relato público que a situação enfrentada pelos pacientes naquele município e região é dramática tanto por conta da falta de estrutura do Hospital Regional Manoel de Sousa Santos quanto pela politização do sistema.

Conta que foi bastante criticado alguns dias atrás quando escreveu sobre a baixa letalidade do vírus em Bom Jesus. Mais de 300 casos confirmados e um óbito. “Resultado excelente.”

Foi questionado sobre a divulgação. Houve críticas à gestão da saúde municipal. Ocorre que o médico apresentou questionamentos e disse que a informação constava do próprio site do governo relacionado ao combate à doença. Silêncio dos demais, até agora.

CIÚME POLÍTICO

Miranda disse que o problema era de ciúme político porque a prefeitura estava disponibilizando o atendimento qualificado na rede municipal e todos os medicamentos para a prevenção e tratamento precoce, enquanto o hospital regional recebia críticas pela estrutura sofrível, falta de medicamentos e equipamentos e falta de protocolos padronizados para o tratamento da Covid 19.

O médico ressaltou que não quer participar de nenhuma briga política. Mas que tem obrigações para com a população do município.

”Já me havia colocado à disposição anteriormente e não recebi nenhum contato. Coloquei novamente um grupo de médicos de Teresina à disposição do hospital para troca de experiências e até agora, nada.”

Enfatizou que os casos graves começariam a aparecer e precisava de um suporte hospitalar minimamente preparado para cuidar dos pacientes. Hoje a cidade tem 497 casos confirmados e a direção do hospital regional permanece em silêncio.

PACIENTES MORTOS 

Desde o início da polêmica seis pacientes precisaram de intubação e ventilação mecânica. “Todos foram transferidos por falta de UTI na cidade e todos morreram. 100% de mortes nos doentes muito graves”, salientou Edinaldo Miranda.

O atendimento no sistema municipal, segundo ele, vem sendo realizado com a mesma eficácia. “No atendimento pré-hospitalar, os pacientes continuam sendo bem atendidos e recebendo os medicamentos, e centros de atendimento intermediário foram instalados para permitir um melhor monitoramento, realização de exames e administração de medicação endovenosa e subcutânea, como por exemplo, metilprednisolona e enoxaparina (corticóides e anticoagulantes)”, complementou. (TR)

Paciente intubado não contava com atendimento médico; desfecho trágico

Na noite de terça-feira (21), Edinaldo Miranda disse que recebeu um telefonema com denúncia de caso grave no hospital regional e que precisa de apuração. “Recebi uma ligação solicitando orientação de como proceder pois estavam com um doente grave, em ventilação mecânica, sem médico no setor para doentes com Covid do hospital e com dificuldade para transferi-lo para uma cidade que tivesse médicos e leito de UTI”, afirmou.

O paciente havia sido intubado por volta de meio dia por um médico que não estava de plantão e que tinha ido ao hospital a pedido da família. Até meio dia os pacientes da chamada “ala covid” não tinham sido examinados nem prescritos. Esta ala continuou sem médico durante todo o plantão. “Paciente intubado, em uma ala sem médico, sem ter para onde ser transferido. Quando conseguiram o leito em outra cidade, não tinha mais condições de transferência.”

Médico apresenta questionamentos ao sistema estadual de saúde

O médico Edinaldo Miranda apresentou alguns questionamentos à Secretaria Estadual de Saúde:

1- Porque em 4 meses de isolamento social para ganhar tempo e adequar a rede hospitalar e evitar o colapso do sistema de saúde, nenhum leito de UTI foi construído naquele hospital, situado em uma importante cidade do sul do estado?

2— Pelos dados oficiais divulgados ontem, 151 leitos de UTI’S estavam disponíveis, então qual a dificuldade para transferir o paciente?

3- Divulgaram recentemente que empresários da região doaram equipamentos para instalar uma UTI naquele hospital, o que é muito bom e digno de todas as honras, então porque até o momento isso não aconteceu?

Fábio Novo manda no hospital de Bom Jesus desde o tempo do governo Mão Santa

O Hospital Regional de Bom Jesus é controlado politicamente pelo deputado Fábio Novo (PT) há cerca de 30 anos. De acordo com informações obtidas pela reportagem ele manda e desmanda no hospital de Bom Jesus desde a época do governo Francisco Moraes Souza (Mão Santa) (1995/2001) quando era vereador do município pelo PSDB.

Na época ele tinha critério para indicar os diretores e demais coordenadores dos diversos setores da instituição hospitalar. Os critérios utilizados pertenciam a ele e na época de Mão Santa ainda sofriam algum tipo de influência de outros segmentos da política municipal e regional.

Após se filiar ao PT e se eleger vice-prefeito, posteriormente deputado estadual, Novo ganhou mais força e passou a indicar sozinho, não dividindo com ninguém nem mesmo a opinião sobre algum cargo a ser preenchido. Cabe ressaltar que o deputado foi apresentado a Wellington Dias (PT) na campanha de 2002 pelo próprio Mão Santa.

Naquele pleito Wellington Dias recebeu apoio indireto de Mão Santa na sua campanha ao governo do estado. Mantivemos contato com o parlamentar na tarde de terça-feira para comentar as informações aqui veiculadas. Ele disse que estava numa reunião e ao terminar, nos retornaria, o que não ocorreu até o fechamento da matéria. (TR)

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 20h06 - Fonte: Climatempo
36°
Alguma nebulosidade

Mín. 24° Máx. 40°

36° Sensação
6 km/h Vento
27% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (21/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 40°

Sol com algumas nuvens
Quinta (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 41°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias