Sexta, 07 de Agosto de 2020
86 99979-7842
Política PERIFERIA

Sargento PM encaminha nota para rebater matéria sobre entrega de cestas

Policiais distribuem alimentos na periferia; medida seria como forma de amenizar o drama enfrentado pelas famílias pobres da capital

13/07/2020 14h04
351
Por: Redação
2° sargento PM Luís Sérgio com crianças do Mirin Cidadão Jardim Europa
2° sargento PM Luís Sérgio com crianças do Mirin Cidadão Jardim Europa

Na manhã desta segunda-feira (13), logo após a publicação de matéria sobre a entrega de cestas de alimentos pela Polícia Militar do Piauí, na periferia de Teresina, em que apresentou-se questionamento sobre a legalidade da medida, por vários motivos, recebemos contato do 2° sargento PM Luís Sérgio. Ele se apresenta afirmando que há 15 anos atua na corporação e que coordena uma equipe de policiais comprometidos com a segurança pública. "São extremamente dedicados", afirma.

O oficial requisitou espaço para esclarecimentos sobre a nossa reportagem e encaminhou a seguinte mensagem: “Primeiramente, bom dia. Me chamo Luís Sérgio, 2°Sgt da PMPI. Há 15 anos na corporação. Coordeno  uma  pequena equipe, mas de excelentes policiais dedicados e comprometidos com a segurança pública, como também com a sociedade, realizando um policiamento comunitário (nas 3 áreas em que trabalhamos atualmente), conversando e levando soluções aos problemas das comunidades, principalmente as que temos o prazer em trabalhar.”

Prossegue: “Bem tudo iniciou com uma reunião das Lideranças da Grande Pedra Mole com a presença do então Secretário de Segurança o Deputado Federal Fábio Abreu, no dia 10 de abril de 2017, em que ficou acertado uma equipe de Planejada na área da Grande Pedra Mole, paga até hoje pela Secretaria de Segurança. Fomos convidado a participar da equipe, em pouco tempo ganhamos a confiança das Lideranças e da comunidade, realizando um trabalho muito bem feito.. recebendo ligações, em nossos telefones particulares, até no horário de folga para resolver os problemas de segurança na região.”

Enfatiza ainda o 2° sargento PM: “O serviço era tão bem feito que em 2018 fomos convidados pelo Cmt do 8°BPM (Major Wilton) a realizar o mesmo serviço na área do Jardim Europa. E em 2019 o próprio Secretário de Segurança nos deu a missão de cobrir a área do Polo Empresarial Sul.  Neste chamamos a atenção de tal forma que um empresário nos doou 27 cestas básicas, uma para cada membro da equipe e mais 10 p dar a quem quiséssemos, nos reunimos e doamos todas as cestas, o empresário ficou sabendo e no mês seguinte nos deu mais 20 cestas, já no outro mês a equipe fez uma "caixinha" e foi arrecadado 730,00 repassado ao empresário, que por sua vez fez 95 cestas e nos entregou 30 referente ao valor repassado e o restante ele doou para a Live do Anderson Rodrigues.”

Na sua mensagem, enfatiza que a PM/PI tem como uma de suas atribuições a garantia da ordem pública. Segue: “Vale ressaltar que a Polícia Militar, segundo o artigo 144, parágrafo 5° da CF/88, cabe a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública, dito isto cabe esclarecer que a polícia militar é  uma polícia administrativa, ou seja, atua preventivamente, evitando que o crime ocorra (por isso a ostensividade), mas vale abordar  a temática que a prevenção vai muito além da ostensividade, inúmeros especialistas defendem o papel do policiamento comunitário em diversos países, tanto é  que desde o Curso de Formação de Soldados da PMPI de 2010 foi incluida em sua ementa curricular a disciplina  Policiamento  Comunitário ou Gestão  Integrada e Comunitária. Por tantos anos os policiais foram vistos pela sociedade apenas pela sua forma truculenta  de agir e essa visão deve mudar, o que demandará tempo e paciência, principalmente por parte  de quem  tenta fazê-lo, já  que para muitos o policial não é percebido como membro integrante da sociedade como qualquer outro.”

Destacou alguns projetos: “Vamos destacar apenas três projetos sociais desenvolvidos pela Polícia  Militar, de forma institucional, como o PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência ) criado pela Polícia de Los Angeles e expandido para mais de 50 países, o Pelotão  Mirim, que busca dar atenção a crianças e adolescentes regulamente matriculados na rede públicade ensino e em situação de vulnerabilidade social, reduzindo os índices de violência e criminalidade envolvendo menores de idade,e a Equoterapia que através da terapia com o cavalo trabalha não só a parte motora e postural, mas também  a afetividade das pessoas em tratamento.”

Sobre ações individuais: “Paralelo a tais ações  institucionais que trabalham a parte preventiva e social da Polícia Militar perante a sociedade, temos incontáveis ações individuais  e coletivas de policiais que, desenvolvendo seu lado humano e solidário ajudam centenas de famílias necessitadas, para comprovar tais ações basta uma pequena busca no site institucional da PMPI (pmpi.gov.br), digitando-se a palavra-chave "cesta" teremos dezenas de matérias  publicadas divulgando ações destinadas a ajudar famílias que estão  passando por dificuldades, a exemplo do BPA que no dia 15/05 distribuiu cestas no povoado  Jacu e Campestre, no dia 13/05 o 1°, 8° e BPA em parceria com a Igreja Universal distribuíram cestas na Prainha,  Vila Jerusalém, Pedro Balzi e outros, no dia 05/05 o BOPE entregou  ao abrigo de idosos Manain além de alimentos, materiais  de higiene arrecadados por iniciativa de um de seus membros. Enfatizando que tais ações  não  ficam  restritas apenas a capital, pois nessa mesma pesquisa rápida  encontramos ações  semelhantes  desenvolvidas pela CIPTUR EM Luís  Correia,Força  Tática em Valença, batalhao de Campo Maior, Parnaíba,  Bom Jesus  e tantos outros...e estes são  poucos exemplos divulgados  pela própria  instituição de forma a reconhecer e parabenizar a atitude dos policiais, que o fazem na maioria massante das vezes de forma anônima pois o simples  fato de poder ajudar a quem precisa, principalmente diante de um cenário de incertezas sobre o amanhã, é  por si só muito gratificante!”

Oficial da PM/PI: “Sobre  a suposta fala de um suposto oficial de termos PM's necessitados de cestas básicas, vai da vida  pessoal de cada um, tendo em vista que  o salário  inicial de um Policial Militar do Piauí hoje está acima de 3400 reais, o que não justificaria um policial  estar necessitando de doações a não  ser como dito antes,  em caso de adversidades extremas e individuais que não  cabe a terceiros estarem comentando! O que realmente  deveria ser questionado é  qual o real incômodo do suposto morador: perceber o lado, humano empático  e solidário  dos policiais  em questão; ou a velha máxima  de criticar quem sai  da inércia  e faz algo para ajudar quem precisa; ou o mais grave, porém  extremamente irrelevante, um problema político/pessoal com algum dos supostos políticos citados na reportagem!”

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI
Atualizado às 23h25 - Fonte: Climatempo
27°
Alguma nebulosidade

Mín. 21° Máx. 35°

27° Sensação
11 km/h Vento
51% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (08/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Domingo (09/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias