NOVO CORONAVÍRUS

FGV contradiz governo do Piauí e UOL e projeta novo pico para pandemia

Número de casos, no estado, teria crescido de maneira espantosa e isso indica que houve muita falácia e pouca ação do governo

17/06/2020 08h32
Por: Redação
91
"Barreira sanitária" seria suposta blindagem contra Covid no Piauí (Foto/CCOM)

A Fundação Getúlio Vargas contradisse o governo do Piauí e matéria publicada pelo site UOL, e mostra que a luta contra o Covid 19, no Piauí, está longe de terminar.

A matéria publicada pelo UOL traz um título pomposo. Diz: "Como o Piauí se blindou contra covid 19." É um texto bem mais promocional do que jornalístico e fala sobre supostas ações do governo do Estado do Piauí no sentido de barrar a propagação da doença em território piauiense.

Tudo indica que foi construído com o objetivo de fomentar uma narrativa completa e absolutamente falsa, pois não há blindagem nenhuma, não há nem mesmo qualquer tipo de amparo mais efetivo aos profissionais da área de saúde.

PROFISSIONAIS DE SAÚDE SEM APOIO

Muitos deles trabalham sem equipamentos de proteção, de acordo com denúncia do Ministério Público do Estado, e os leitos que deveriam ser disponibilizados para a população há várias semanas nunca foram entregues, sobretudo no Hospital de Campanha do "Verdão". Sem contar um outro problema gravíssimo que envolve informar sobre barreiras sanitárias e isolamento social.

ISOLAMENTO É FALÁCIA

Na prática, o isolamento é uma falácia. Seria uma grande piada se isso não representasse uma tragédia. Mas representa. E não é piada. A população, por razões diversas, não obedece, em sua grande maioria, ao decreto de isolamento do próprio governador do Estado. E o governo não fiscaliza o cumprimento da medida, colocando assim em risco a vida, tanto daqueles que desobedece ao decreto quanto daqueles que permanecem em casa, isolados, atendendo à orientação das autoridades responsáveis do setor de saúde. Que agem totalmente ao contrário daquilo que prega e faz o governo do Piauí.

A MANIFESTAÇÃO DA FGV MUDA TUDO

Nesta semana, a situação mudou de figura. Se, na semana passada, o discurso era dizer que o Piauí estava blindado, e, portanto, enfrentando de forma responsável os efeitos da pandemia, nesta semana a Fundação Getúlio Vargas emite um aviso preocupante para o governo e para a população.

Para o governo, porque a mentira sempre tem pernas curtas. Para a população, porque o risco persiste e se agrava. Informa que os números de casos aumentaram consideravelmente e que a situação deve ficar mais perigosa nas próximas semanas. 

PICO DA PANDEMIA EM SETEMBRO

Diz mais: que o pico da pandemia, antes previsto para maio, deve acontecer no Piauí apenas em setembro. E a pergunta que se faz é: onde estão as medidas que na matéria do UOL haviam garantido os avanços do estado no combate à pandemia? Pelo que fica evidenciado, trata-se de bajulação financiada com dinheiro do erário, haja vista que o UOL é um veículo alinhado ao partido do governador, o PT, e a suas principais lideranças.

DISSEMINADORES DE NOTÍCIAS FALSAS

Uma fonte apresenta questionamento sobre suposto pagamento do governo a cerca de mil indivíduos para disseminar informações do interesse do governador e de seus partidários, como se fossem influenciadores digitais. Eles participam de grupos nas redes sociais para publicar de maneira insistente tudo aquilo que é propagado pela CCOM (Coordenadoria de Comunicação). 

Seria importante, diz a fonte, que o Ministério Público adotasse uma investigação sobre o caso, porque os dados indicam que seriam pagos R$ 1,5 mil, em média, a cada desses indivíduos, totalizando uma despesa de aproximadamente R$ 1,5 milhão.

PROCESSO POR FAKE NEWS

Cumpre lembrar que o governador já responde processo na Justiça Federal, em Minas Gerais, sob acusação de pagar pela disseminação de notícias falsasm, as chamadas Fake News. Esse fato aconteceu durante a campanha e tudo indica que continua acontecendo como se fosse a coisa mais normal do planeta. 

NÚMEROS DA COVID 19 HOJE

Nesta quarta-feira (17), o Piauí atingiu o número de 10.153. Foram, até agora, 360 mortes atribuídos a Covid 19. Não existem informações sobre recuperados. No Brasil, são 928.834 (+34.918) casos confirmados, enquanto que o número de recuperados é de 441.729. O país registra 45.456 mortes. (Toni Rodrigues)

MATÉRIA SOBRE FGV E PANDEMIA NO PIAUÍ

MATÉRIA DO UOL SOBRE SUPOSTOS AVANÇOS

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias