HUMORISTA

Partidos de oposição seguem Windherson Nunes após críticas a Bolsonaro

Humorista disse que não pretende entrar em política porque sua família foi bastante perseguida na cidade de Palmeira do Piauí

10/06/2020 09h31Atualizado há 3 semanas
Por: Redação
26
Humorista Windherson Nunes fala sobre partidos e teatros (Foto/Divulgação)
Humorista Windherson Nunes fala sobre partidos e teatros (Foto/Divulgação)

O humorista e influenciador digital Windherson Nunes disse que depois das críticas feitas ao presidente Jair Bolsonaro em seu Twitter começou a ser seguido por vários partidos.

Mas esclareceu que os partidos e seus líderes estão entendendo tudo errado, que ele não pretende entrar para a política coisa nenhuma e que fez apenas críticas pontuais ao presidente da República.

 

Whinderson Nunes disse ainda que não pretende fazer polêmica com a situação, muito pelo contrário, seu objetivo foi mostrar uma realidade que deveria incomodar a muitos brasileiros, e piauienses.

No dia 8 de junho, ele postou o seguinte comentário: “É falar mal do bolsonaro duas vez que os outros partidos tudo do universo começa a me seguir, gente vcs tão entendendo errado.”

Em vídeo para o Youtube, ele explicou por que não se mete em política, afirma que sua família foi perseguida na cidade de Palmeira do Piauí, onde nasceu, tendo sido praticamente obrigada a se mudar para Bom Jesus por conta de supostas perseguições da prefeitura, na época. Tudo porque seu pai não pertenceria ao esquema da prefeitura.

Na sequência, fez anúncio de que pretende construir dois teatros no Piauí, um deles será em Teresina e levará o nome do também humorista Dirceu Andrade e o outro será feito em sua cidade natal, Palmeira do Piauí, e será chamado de Tirulipa. Ao todo, serão 800 lugares. (TR)

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias