PANDEMIA

Sindicato de postos de combustíveis repudia isolamento

Empresários acusam prefeito e governador de causarem crise sem precedentes na história de Teresina e do Piauí

02/06/2020 06h14Atualizado há 4 semanas
Por: Redação
18
Donos de postos dizem que atividade entrou em colapso (Foto/Reprodução)
Donos de postos dizem que atividade entrou em colapso (Foto/Reprodução)

Os representantes de postos de combustíveis no Piauí divulgaram Carta Aberta à População nesta segunda, 1 de junho.

Eles dizem que prefeitura de Teresina e governo do estado conduzem erroneamente a crise do coronavírus.

Manifestamos nosso “repúdio a intolerável forma com a qual o Governo do Piauí e a Prefeitura de Teresinaconduzem uma suposta gestão da crise vivenciada pela nossa população em face da pandemia decorrente da proliferação do Corona vírus”, diz trecho da nota.

Eles respondem por 30% do ICMS arrecadado pelo estado e dizem gerar cerca de 10 mil empregos em todo o estado.

Os empresários afirmam ainda que o fechamento das atividades e o isolamento social foram determinados para garantir melhores condições ao sistema de saúde, e isso não está sendo visto:

“É compreensível a adoção de medidas restritivas visando salvaguardar a vida das pessoas. No entanto, tais medidas exigem que concomitantemente sejam efetivadas ações no intuito de preparar o sistema de saúde para receber um numero maior de doentes, coisa que não vemos , bem como ações responsáveis, planejadas, eficientes e direcionadas a ofertar condições mínimas ao reestabelecimento do convívio social e o indispensável desenvolvimento das atividades econômicas.”

No seu entender, “as publicações dos últimos Decretos Estadual e Decreto municipal revelam a estarrecedora incapacidade dos nossos governantes em apresentar diretrizes minimamente eficazes para o enfretamento desse indesejável momento.”

Afirmam que o diálogo anunciado pelos gestores não existe e seria apenas uma forma de se desculpar em relação às medidas impostas:

“Merecem ser enfaticamente repelida também a falsa abertura ao diálogo com a sociedade civil e os setores produtivos, tiranicamente decretados através dos Decretos Estadual e Municipal, e a imposição de um 'lockdown', embora covardemente denominado de outras formas.”

A nota é assinada pelo Sindipostos/PI. (TR)

CONFIRA ÍNTEGRA

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias