SENADOR

Ciro processa Wellington Raulino, mas foge de notificação do STF

O apresentador Wellington Raulino vem sendo processado pelo senador como forma de tentar censurar sua atuação

31/05/2020 08h09Atualizado há 1 mês
Por: Redação
57
Wellington Raulino processado por Ciro Nogueira
Wellington Raulino processado por Ciro Nogueira

QUER PROCESSAR, MAS NÃO QUER SER PROCESSADO — Ciro Nogueira tem um estranho senso de justiça. Ele está processando o jornalista e apresentador de TV Wellington Raulino, da TV Tropical, de Floriano (261 km de Teresina). Mas não quer ser processado pelos seus atos praticados. Em suma, ele quer usar a justiça para perseguir, censurar, silenciar um comunicador social.

LISO QUE NEM COBRA DÁGUA — A instância máxima da justiça brasileira, o Supremo Tribunal Federal, está há vários meses tentando encontrar o senador em algum dos seus inúmeros endereços. Mas ele está liso que nem cobra dágua (o famoso mussum). Ninguém consegue encontrar esta grande figura da política brasileira.

VISTO À TOA EM TERESINA — Que, aliás, pode ser visto à toa em vários lugares de Teresina, acompanhando autoridades municipais em visitas diversas. Mas foge do oficial de justiça como o diabo foge da própria cruz. Cumpre ressaltar que são poucos os que conseguem tal proeza, de passar pelo menos cinco se escondendo de uma notificação do STF.

O GRANDE CIRO — Mas Ciro Nogueira é Ciro Nogueira. Ele consegue se esconder. E seus assessores se obrigam em dar informações equivocadas para que ele não seja encontrado. Trata-se de uma outra ilegalidade praticada pelo mencionado senador. A Procuradoria da República pode, por conta disso, fazer outra denúncia contra ele.

WELLINGTON RAULINO, O XERIFE — O apresentador Wellington Raulino faz críticas duras contra Ciro. Num determinado momento, chegou a peitar o senador na antesala de um fórum de Brasília pouco antes de uma audiência. Ciro não aguentou nem as palavras e gravações de Raulino. Mandou chamar um servidor para tentar coagir o jornalista. Quer dizer, para processar ele é um leão. Para responder pelos seus atos é "aos empurrão", como diz um velho ditado aqui mesmo do Piauí. Espera-se que ele seja alcançado pela justiça e pague pelos atos (ou crimes) que tiver cometido. Se os tiver cometido, efetivamente, de acordo com a prova colhida nas inúmeras investigações. E que se tenha, ainda, a certeza de que muitas alegações de perseguição política não passam de argumentação vazia para se manter na política. Os que a usam vêm conseguindo. Ciro também. (Toni Rodrigues)

ACESSE VÍDEO ABAIXO:

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias